quinta-feira, 17 de novembro de 2011

UNIR – Apoio já!

Quem se interessa por uma universidade federal lá no Norte do Norte? A resposta deveria ser todos nós. No mínimo, porque podemos nós mesmos nos ver nessa situação. Ou você tem certeza de que começará sua brilhante carreira numa universidade cheia de recursos? Ou você vai somente usar uma universidade menor como trampolim até conseguir algo melhor? Ou, ainda, você que nem pós-graduando é, garante que vai conseguir emprego necessariamente no sul ou sudeste e nunca terá que ir ao Norte, ou que sua empresa nunca poderá transferi-lo para Porto Velho bem no ano de vestibular dos seus filhos?

Deveria ser do interesse de todos a qualidade da educação pública em todo o país. Mais do que isso, deveríamos prezar pela vida uns dos outros. Ao mesmo tempo que chamam o deputado – e uma espécie de ídolo político, para min – Freixo de Fresco ou Frouxo, acham que estar a par e se posicionar contra o que está acontecendo na UNIR, numa das greves mais legítimas que já vi e que está chegando ao absurdo de ter manifestantes sendo ameaçados de morte, é desnecessário.


Isso porque estamos em grandes centros, não corremos perigo, está tudo garantido. Enquanto isso, tem gente que deu o sangue pra se doutorar e que se esforçou pra entrar numa universidade pública ou trabalhar nela, tendo a vida ameaçada. E o que você faz? E o que eu mesma posso fazer, além de acompanhar e divulgar? Eu quero fazer mais, mais do que berrar pro mundo, mais do que assinar o que precisar pra mostrar meu apoio? O que mais eu posso fazer numa Unicamp que tratora seus funcionários e nem olha pros lados? Apoio já, mas como mais?

5 comentários:

Letícia disse...

A mãe do meu irmão mais velho é professora de lá. Tô tentando entrar em contato com ela... =/
Mas divulgar já é um caminho...

Profa. Ms. Ilka Mota disse...

Olá, meu nome é Ilka, sou professora da Unir, no campus de Ariquemes. Fiz mestrado e doutorado na Unicamp, no Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). E hoje estou aqui no norte, mais precisamente na Universidade Federal de Rondônia, vivenciando essa triste e lastimáve situação por qual passa a nossa Universidade. Parabenizo você que tomou a iniciativa de colocar a nosssa causa no blog! Um abraço fraterno, Ilka Mota

Julio Rocha disse...

Brava gente brasileira esses discentes da UNIR!! Dificilmente encontraremos na História do Brasil um grupo de discentes tão ativ@s, tão engajad@s, tão unid@s, tão determinad@s, tão dispost@s, tão brav@s, tão denodad@s, tão maravilhos@s, tão informad@s, tão coerentes, tão organizad@s, tão disciplinad@s, tão conscientes, tão linkad@s com o mundo, numa ocupação de reitoria que já se tornou um marco nacional, quebrando o recorde anterior (que era de 39 dias), com atividades diárias, muitas, de informação à comunidade, de filmes, de oficinas, de alegria, de combate a uma corrupção cruenta que eu mesmo, que me bati contra esse cancro na TV e nas rádios, no ano passado, jamais acreditei que poderia acontecer. Como eu estava errado!!! Na juventude, quem não crer, sempre se decepcionará! Brava gente brasileira!!

unirrm-greve disse...

Muito bom saber que o pessoal de minha terra natal nos apoia nesta greve, sou nascido em Campinas, morei em Paulinia, e estou a oito anos em Rondonia, Rolim de Moura, onde iniciei minha vida academica, no curso de HISTORIA, são muitas as dificuldades aqui no estado, não temos tantos recursos como ai, e essa greve da qual participo e estou com esta bandeira desde inicio, digo que temos conseguido muitas vitorias, mas a principal delas e varrer a corrupção de nossa entidade, que para isso contamos com o apoio de todos voces. agradeços a meus conteraneos abraços a todos.
JOSIAS CARDOSO
ACADEMICO DEPARTAMENTO DE HISTORIA
UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDONIA - UNIR

Janaína disse...

Oi, Sou Janaína Santos do curso de Engenharia Civil, Porto Velho - UNIR
Quero Agradecer e Parabenizar seu grande ato.